/Silvio Camelo alerta sobre proliferação de caramujos africanos em Maceió

Silvio Camelo alerta sobre proliferação de caramujos africanos em Maceió

por Comunicação/ALE — publicado 13/06/2024 18h31, última modificação 13/06/2024 18h31

Durante a sessão desta quinta-feira, 13, o deputado Silvio Camelo (PV) alertou a população para a proliferação de caramujos africanos em Maceió. “É importante que todos tenham conhecimento das orientações da Secretaria estadual de Saúde (Sesau) sobre os cuidados a serem tomados com esse molusco e que busquem as informações sobre seu controle”, ressaltou.

Para embasar sua preocupação, o parlamentar leu uma matéria publicada no dia de hoje, mostrando que o molusco representa um risco à saúde e divulgando orientações por parte da Sesau. “O caramujo africano pode ser infectado por parasitas e transmitir algumas doenças, como a meningoencefalite e a estrongiloidíase, que provocam febre, inflamações no intestino, dores abdominais, entre outros sintomas. Ele ataca e destrói plantações, hortas e jardins”. Ainda segundo a matéria, “para se proteger a orientação primordial é que se evite ao máximo o contato direto com esses animais. Também é preciso catar os caramujos africanos com a mão protegida por uma luva ou um saco plástico e os colocar em um balde, com uma solução de 3 litros de água e 1 litro de água sanitária. Após 24 horas, o morador deve jogar a água e separar as conchas para o descarte. Não é recomendado usar sal para matar esses moluscos, pois isso prejudica o solo e outros animais”.