/Governo de Alagoas entrega sistema de dessalinização em comunidade rural de Mata Grande

Governo de Alagoas entrega sistema de dessalinização em comunidade rural de Mata Grande

Novo sistema garante água potável para comunidade Riacho Verde, melhorando a qualidade de vida no semiárido alagoano

por Tiago Di Lucas / Ascom Semarh

A inauguração do equipamento está marcada para a próxima segunda-feira, na comunidade Riacho Verde -Foto: Ascom Semarh

A comunidade de Riacho Verde, no município de Mata Grande, foi beneficiada com a instalação de um moderno sistema de dessalinização, dentro do Programa Água Doce. Esta iniciativa do Governo do Estado, coordenada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e com a parceria do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (Midr), visa garantir o acesso à água potável para as famílias da região. A inauguração do equipamento está marcada para a próxima segunda-feira, (3), às 11h, na comunidade Riacho Verde.

“Estamos empenhados em assegurar que a água, um recurso essencial e um direito de todos, chegue a cada canto do nosso semiárido. Sabemos que a falta de água impacta profundamente a saúde, a educação e a economia das nossas comunidades. Por isso, nosso compromisso vai além de proporcionar água potável; estamos trabalhando para garantir dignidade e oportunidades para todos os alagoanos”, afirmou o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Alagoas, Gino César.

O novo sistema de dessalinização em Riacho Verde tem uma vazão de poço de 1000 litros por hora, com uma vazão de alimentação de 800 litros por hora e uma produção de 600 litros de água potável por hora.

O Sistema de Riacho Verde representa um investimento de R$ 120 mil. A iniciativa beneficiará diretamente 30 famílias, aproximadamente 120 pessoas, proporcionando-lhes água de qualidade para consumo humano.

Além de fornecer água potável, o projeto integra cuidados técnicos, ambientais e sociais na gestão dos recursos hídricos. A sustentabilidade do projeto é garantida pelo uso consciente das águas subterrâneas e pela gestão compartilhada do sistema de dessalinização pela comunidade beneficiada, promovendo uma administração colaborativa e eficiente. O tanque de rejeitos também pode ser utilizado como criatório de tilápias ou mesmo de camarões, ajudando na alimentação e até mesmo no sustento dessa comunidade.

A implementação deste sistema é parte de um esforço contínuo para mitigar os efeitos da escassez hídrica no semiárido alagoano, melhorando a qualidade de vida dos residentes de Riacho Verde.

O Governo de Alagoas reafirma seu compromisso com o desenvolvimento sustentável e a garantia de recursos essenciais para as populações do semiárido, destacando a importância da água potável como um direito fundamental e um recurso vital para a dignidade humana.