/Você sai iludido de lá, diz Thaeme sobre participação no “Ídolos”

Você sai iludido de lá, diz Thaeme sobre participação no “Ídolos”

Vencedora da segunda temporada do “Ídolos”, exibido em 2007 no SBT, Thaeme Mariôto só conseguiu visibilidade na carreira em 2011, após lançar a dupla Thaeme e Thiago, que foi apadrinhada pelo cantor Sorocaba. Cinco anos depois, eles acabam de lançar o DVD “Ethernize – Ao Vivo” e a cantora colhe os frutos do sucesso. No Instagram, ela tem mais de 1,5 milhão de seguidores, aproveita o espaço para ganhar um dinheiro extra fazendo merchan, mas garante que sua principal fonte de renda é a música. thaeme

Bem-sucedida aos 30 anos,  nem sempre foi fácil ter grana de sobra e sucesso. Thaeme, que precisou de ajuda financeira do pai no início da carreira e é formada em Farmácia, disse que quase pensou em desistir da música. A artista dá um conselho para as pessoas que sonham em fazer sucesso após participar de um reality show musical. O caminho não é fácil.

“Tem que ter cabeça no lugar, até eu me iludi, a gente sai do programa achando que vão te lançar e que você vai acontecer e pronto. Você é apresentado no final do programa como o novo ídolo do Brasil, é construída uma ilusão em torno disso, então, claro, você sai iludido de lá”, conta.

Para não ficar deslumbrada, ela manteve os pés no chão: “Não me arrependo de ter participado do ‘Ídolos’ foi uma vitrine muito importante. O Sorocaba passou a conhecer o meu trabalho no programa. Ele disse que viu que eu tinha um potencial, um algo a mais. A partir daí a gente conversou um pouco, mas de imediato não rolou nada porque eu já tinha um escritório, estava com uma gravadora. Mas aí quando eu estava quase desistindo, ele me deu um voto de confiança. É um desafio muito grande você conseguir se manter no mercado”, explica ela, que começou a cantar aos 8 anos e chegou a formar uma dupla sertaneja com a irmã, Priscilla. Juntas, elas fizeram algumas participações no quadro “Talento Kids” no programa da Eliana, na Record.

A dupla Sandy e Junior era uma referência para ela. A cantora sonhava em alcançar o sucesso e reconhecimento do público como os artistas.

“Tenho muito vínculo com meus fãs, porque eu já fui muito fã da dupla Sandy e Junior, era do fã-clube, então eu me coloco muito no lugar deles, eu sei que eles sonham em estar com seu ídolo, muda completamente o dia da pessoa tirar uma foto”.

Sertaneja ostentação?

Thaeme diz que não se considera muito consumista, mas tem paixão por bolsas e confessa que investe uma grana alta quando se encanta por algum modelo.

“Meu closet é abarrotado de coisas, mas eu ganho muita coisa, isso é uma das coisas boas da profissão. Quando eu viajo pra fora, sempre tenho que trazer bolsas, tenho bastante. As de marca, que são mais caras, eu acabo comprando lá fora. Uma vez por ano eu viajo e me dou de presente. A maior extravagância que fiz foi com bolsa, hoje com o dólar ficaria bem mais caro, já cheguei a pagar U$$ 7 mil em uma bolsa, hoje eu não compraria nem a pau. Estou desapegando um pouco de marca, está passando minha fase. Não sou mais tão vidrada em marca, vou pela beleza”, diz a cantora ao UOL.

Apesar de publicar muitas fotos maquiadas e produzidas, Thaeme diz que tem uma vaidade normal de mulher e até arrisca algumas imagens de cara lavada na rede social quando está indo para a academia.

“Artista tem que estar bem arrumado sim, principalmente no palco. As pessoas estão ali pra ver a gente bonita no espetáculo. Tem que cuidar do figurino mesmo. Gosto de me cuidar, de fazer drenagem, tomei gosto por malhar agora, comecei a reeducar a minha alimentação porque já fiz 30 anos. São cuidados normais pra uma mulher da minha idade”, conta a artista de 1m62 e 51 quilos.

Fonte: uol.com.br