/Terra gira mais rápido e 2021 será o ano mais curto da história

Terra gira mais rápido e 2021 será o ano mais curto da história

Redação A Hora News

Legenda: A rotação acelerada não impacta a vida na Terra, mas alguns sistemas podem apresentar falhas | Foto: Pexels

A impressão que temos de que os dias estão passando mais rápido tem comprovação científica: a Terra está rodando mais depressa do que o normal.

Por este motivo, o ano de 2021 será o ano mais curto da história, batendo assim seu antecessor que já foi considerado o ano mais curto por ter batido 28 vezes o recorde de dia mais curto da história.

Para fazer tais afirmações, cientistas analisam as variações dos chamados relógios atômicos que são superprecisos e vêm sendo usados desde a década de 60.

Com esses equipamentos é possível avaliar que os dias e noites estão ficando mais longos, se tornando necessário “adicionar” alguns milissegundos por ano.

Desde 1970, já foram incluídos 27 segundos no total. A inserção é feita sempre ao fim de um semestre (em junho ou dezembro), e esse chamado “segundo intercalado”, ou “leap second”, garante que o Sol estará sempre no meio do céu ao meio-dia.

Em 2016, por exemplo, foi necessário esperar um segundo a mais no Ano Novo.

Acontece que nos últimos anos os dias estão ficando mais curtos, pois o planeta está girando mais rápido. Pelas contas desses relógios atômicos, será necessário remover 31.536,000 segundos de 2021.

Em geral, esses impactos científicos não mudarão nossas vidas, mas alguns sistemas que utilizam sistemas de navegação e comunicação via satélite poderão apresentar falhas.

Com informações UOL