/Liga Árabe fala em “guerra religiosa” caso Israel anexe Judeia e Samaria

Liga Árabe fala em “guerra religiosa” caso Israel anexe Judeia e Samaria

Redação A Hora News

Legenda: Imagem de Jerusalém meramente ilustrativa | Foto: Pixabay

 

A pedido da Liga Árabe, o Conselho de Segurança da ONU fez uma reunião virtual para discutir sobre as pretensões de Israel de anexar territórios hoje controlados pela Cisjordânia.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, pediu para que os israelenses não levem o projeto de anexar Judeia e Samaria por considerar “grave violação do direito internacional”.

“Peço a Israel que abandone seus planos de anexação”, diz o chefe da ONU no relatório, depois de ouvir da Liga Árabe a reclamação do projeto audacioso do governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, diz que “a anexação vai destruir qualquer prospecto de paz no futuro” e “poderia levar a uma “guerra religiosa na região e além dela”.

Judeia e Samaria pertencem à Cisjordânia, mas em ambas cidades há assentamentos judaicos e, para estes judeus, Netanyahu prometeu anexá-los ao território israelense. A promessa foi feita durante a campanha eleitoral.