/Felipe Heiderich conta que foi espancado na cadeia e declara ter recebido ameaças de morte

Felipe Heiderich conta que foi espancado na cadeia e declara ter recebido ameaças de morte

Redação A Hora News

 

Em entrevista ao programa “Fofocalizando”, do SBT, o pastor Felipe Heiderich comentou sobre os dias tenebrosos que ele viveu após ser acusado por sua ex-esposa, a cantora Bianca Toledo, de ter abusado sexualmente do seu enteado, na época com cinco anos.

Heiderich conta que foi levado a uma clínica psiquiátrica onde ficou em “cárcere privado” após tentar se suicidar por conta do fim do relacionamento. Ele nega que tenha tentado colocar fim na sua vida tomando vários remédios para dormir.

Ele disse também que, ao seu levado para a cadeia, apanhou por não saber o código do crime que ele fora acusado e que foi jogado nu em uma sela para ser estuprado, porém os presos resolveram o ajudar.

Em 3 de abril o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro o absolveu das acusações de abuso sexual de menor por falta de provas. Bianca prometeu recorrer da decisão.

Na TV, Felipe se mostra preocupado com sua segurança, pois recebeu muitas ameaças de morte. “Temo pela minha vida, sim. Foi colocado muita gente para me matar. Eu recebi muitas ameaças. Eu tentava sair de casa, alguém topava em mim e falava ‘você está de vermelho, é bom que o sangue não vai aparecer’”.

 

Assista: