/Facebook irá banir posts que neguem o Holocausto

Facebook irá banir posts que neguem o Holocausto

Redação A Hora News

Legenda: Decisão foi tomada diante do aumento do antissemitismo na rede social | Foto: Pexels

Cerca de 6 milhões de judeus morreram no Holocausto da Alemanha nazista em 1944, fora os eslavos e poloneses que também foram mortos durante a Segunda Guerra Mundial.

Mas há grupos de ódio pela internet que querem recontar esta história e minimizar o genocídio que aconteceu a mando de Adolf Hitler.

Diante desta crescente onda de posts, o Facebook informou nesta segunda-feira (12) que a rede social terá tolerância zero com publicações que neguem a existência do Holocausto.

Ou seja, qualquer publicação que queira minimizar o genocídio ou celebrar a barbárie cometida, será excluído da plataforma.

“Com o aumento do antissemitismo, estamos expandindo nossa política sobre discurso de ódio para proibir qualquer conteúdo que negue ou distorça o Holocausto”, diz o comentário.

Quando um usuário pesquisar sobre o Holocausto no Facebook, aparecerá apenas fontes confiáveis sobre o assunto.

“Lutei com a tensão entre defender a liberdade de expressão e os danos causados, por minimizar ou negar o horror do Holocausto. Meu próprio pensamento evoluiu quando vi dados que mostram aumento na violência antissemita”, complementou Zuckerberg que tem origem judaica.

Para chegar nesta decisão, o Facebook se baseou em consulta com especialistas externos e em pesquisas. Uma dessas pesquisas diz que para 25% dos adultos americanos o Holocausto foi um mito ou que os dados foram exagerados.