/Arqueólogos descobrem cidade onde Davi se refugiou fugindo de Saul

Arqueólogos descobrem cidade onde Davi se refugiou fugindo de Saul

Redação A Hora News

Legenda: Pesquisa em sítio arqueológico de Israel | Foto: Amir Cohen/Reuters

Arqueólogos acreditam ter descoberto onde era situado a cidade de Ziclague, onde, segundo relatos bíblicos, Davi se refugiou quando tentava fugir de Saul.

Localizado na jazida de Khirbet al Rai, ao sul de Israel, o assentamento descoberto tem mais de 3 mil anos, e para os pesquisadores há evidências da existência dos filisteus e israelitas nos objetos que foram desenterrados.

Por isso, os arqueólogos acreditam que estão sobre um geografia na qual o relato bíblico narra o refúgio de David sob o amparo do monarca filisteu Aquis, quando escapava do primeiro rei israelita Saul.

Na jazida encontraram alguidares e um lâmpada de azeite, como oferendas colocadas debaixo dos edifícios para trazer bons augúrios na construção, além de ferramentas de pedra e metal datadas entre os séculos XII e XI a.C., similares às descobertas em escavações como Asdode, Ascalão, Ecrom e Gate, localidades filisteias.

Sobre estes destroços, os pesquisadores localizaram um assentamento rural da época do rei David (princípios do X a.C.) que foi destruído por um incêndio e no qual recuperaram recipientes similares aos desenterrados na cidade de Khirbet Qeiyafa (identificada com a cidade bíblica de Shaaraim).

O professor Yosef Garfinkel, da Universidade Hebraica de Jerusalém, e o investigador da Autoridade de Antiguidades de Israel, Saar Ganor – junto com uma equipe da Universidade de Macquarie de Sydney -, estudaram esta localização como uma das 12 possíveis para Ziclague.

“Khirbet Qeiyafa (Shaaraim) no Vale Elah, se encontra em frente à filisteia Gate, e Khirbet al Rai (Ziclague) se encontra em frente a Ascalão. Esta descrição geográfica se reflete no lamento do rei David pela morte do rei Saul e (seu filho) Yonatan na sua batalha contra os filisteus”, argumentam os pesquisadores.