/61 pedidos de impeachment: “Se Deus quiser vou continuar meu mandato”, diz Bolsonaro

61 pedidos de impeachment: “Se Deus quiser vou continuar meu mandato”, diz Bolsonaro

Redação A Hora News

Legenda: Jair Bolsonaro é acusado de crime de responsabilidade pela falta de ações na luta contra a covid-19 | Foto: Isac Nóbrega-PR

Na Câmara dos Deputados foram protocolados 61 pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro, a maioria deles criticando as políticas de contenção da pandemia da covid-19.

Mas ao falar com seus apoiadores nesta quarta-feira (20), Bolsonaro se mostrou confiante de que está fazendo um bom trabalho e que completará o seu mandato.

“Se Deus quiser, vou continuar o meu mandato, e, em 2022, o pessoal escolhe”, afirmou no encontro realizado na noite de ontem na porta do Palácio da Alvorada.

A fala de Bolsonaro foi feita em uma semana marcada por várias apresentações de pedidos para sua saída, muitas delas o acusando de crime de responsabilidade fiscal por conta das falas negacionistas feitas sobre a covid-19.

Movimentos de esquerda e de direita (partido Novo e MBL) estão convocando manifestações pró-impeachment para este final de semana. Pelo menos sete capitais e também o Distrito Federal serão palcos desses atos.

Muitos deles acusam Bolsonaro pela falta de oxigênio nos estados do Amazonas e Pará.